5 de dezembro de 2017

Absorvente ecológico

Danos físicos e ecológicos

Produtos de higiene feminina são fisicamente insalubres e perigosos para as mulheres e para o meio ambiente. Todas as principais marcas de tampões e absorventes são quimicamente branqueados para torná-los super brancos. Por causa dessa cultura existe uma obsessão com os fabricantes de tampões para obter uma brancura, tampões e absorventes insistem em que seus produtos sejam branqueados, e não importa torná-las estéreis. A fibra de tampões e absorventes são colocadas através de um processo de branqueamento de cloro que cria dioxinas tóxicas que permanecem no produto , além de ser liberados no meio ambiente.
Este subproduto, a dioxina, tem sido associada com câncer de síndrome de choque tóxico, endometriose, defeitos congênitos e outros problemas de saúde. Além de aumentar nosso fluxo, para usarmos cada vez mais absorventes descartáveis.
Quado usamos estes produtos em nossos corpos os efeitos podem ser prejudiciais. A maioria dos tampões e absorventes são feitas de uma mistura de algodão e fibras sintéticas, geralmente rayon. As fibras sintéticas são o que os torna perigosos. Tampões são especialmente prejudiciais, pois eles são usados internamente por longos períodos de tempo em uma das partes mais absorventes do corpo de uma mulher. Toda grande marca de absorventes internos contêm rayon.
No meio ambiente as dioxinas prejudiciais se acumulam, causando danos à vida vegetal e animal. Fábricas produzem produtos de papel, incluindo absorventes e tampões, soltando enormes quantidades de dioxina nos cursos de água. Através de peixes e aves, a dioxina viaja na cadeia alimentar através de células de gordura, onde é armazenado. O meio ambiente também está seriamente afetado pela quantidade de resíduos que os produtos de higiene feminina e embalagens criam. 
Absorventes, aplicadores de tampões de plástico e embalagens de plástico não são biodegradáveis.
Cada mulher utiliza cerca de 10.000 a 15.000 absorventes descartáveis ao longo da vida fértil. Milhões de árvores são abatidas todos os anos para serem utilizadas na produção de absorventes e tampões descartáveis, sem falar do petróleo que também entra na sua composição. Bilhões de mulheres descartam todos os dias absorventes, tampões e aplicadores, um material bastante poluente que, como não há maneira de reutilizar ou reciclar, são enviados diretamente para os aterros sanitários onde demoram mais de 100 anos para se decompor, ou ainda pior, para lixões e/ou para o mar (não, eles não se desmaterializam assim que desaparecem da sua frente no lixinho do banheiro...). Absorventes e tampões descartáveis são feitos de papel (árvores desmatadas ou monocultivadas) que passam por processos de refinamento e branqueamento, contém metais, surfactantes, desinfetantes, fragrâncias, bactericidas, fungicidas, gel absorvente, colas e organoclorados (dioxina subproduto do processo de alvejamento com cloro, é provavelmente a substância que deveria estar mais longe das delicadas partes baixas femininas - já que foi utilizada numa concentração mais potente, até na guerra do Vietnã. Era conhecida então pelo nome de Agente Laranja) que acabam grudado na sua calcinha e causadores de problemas de saúde, como câncer, alergias vaginais, deficiências do sistema imunológico, endometriose, vaginites crônicas,ressecamentos, baixa libido, defeitos no feto e Síndrome de Choque Tóxico. Segundo a organização mundial de saúde cerca de 80% das mulheres apresentam problemas íntimos femininos, sendo que 63% é causado pelo uso de absorventes de má qualidade. Não há controle por nenhum órgão responsável com relação aos produtos utilizados na fabricação de absorventes descartáveis e tampões internos e, assim as indústrias não precisam listar seus componentes na embalagem.
Estamos pagando um preço muito alto pela praticidade moderna.


Absorvente ecológico

Absorventes ecológicos, feitos em tecido 100& algodão
Laváveis (reutilizáveis)
Forro em atoalhado 100& algodão
Três tamanhos: mini (diário) médio e noturno









21 de setembro de 2017

Elvira


Bolsa feita em couro fake, com tema felino
Elvira a Rainha das Trevas

Mais informações no email:
alinevinil.galvao@gmail.com

Mandala


Bolsa com estampa (mandala) pintada à mão.
Feita em couro fake, forrinho interno em algodão
Uma lindeza <3 
Mais informações no email:
alinevinil.galvao@gmail.com

14 de julho de 2016

Jeans


Gótica suave



Elvira gótica suave



Guaxinim


Raposa


Móbile unicórnios


Sereias e unicórnios


Móbile bebê